Sistema de Avaliação do processo de Ensino e Aprendizagem

Prevista no Regimento Interno Geral da FATECH, conforme as citações abaixo:

 

Art. 122. A avaliação do desempenho escolar é feita por disciplina, incidindo a frequência e o aproveitamento.

Art. 123. A frequência às aulas e demais atividades escolares é permitida apenas aos matriculados, e é obrigatória, sendo vedado o abono de faltas.

§ 1º Independentemente dos demais resultados obtidos, é considerado reprovado na disciplina o aluno que não obtenha frequência de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades programadas, sendo-lhe consequentemente vedada a prestação de exame final.

§ 2º A verificação e o registro de frequência é de responsabilidade do Professor, e seu controle, para efeito do parágrafo anterior, da Secretaria Geral.

Art. 124. O aproveitamento escolar é avaliado através de acompanhamento contínuo do aluno é dos resultados por ele obtidos nos exercícios escolares e no exame final.

§ 1º Compete ao Professor de cada disciplina elaborar os exercícios escolares sob a forma de provas e determinar os demais trabalhos, bem como lhe julgar os resultados.

§ 2º Os exercícios escolares, em número mínimo de dois (2) por semestre letivo, visam à avaliação do aproveitamento do aluno e constam de provas escritas ou prático-orais e de outras formas de verificação prevista no Plano de Ensino da disciplina, incluindo necessariamente uma avaliação escrita.

§ 3° O exame final, realizado no fim do período letivo, visa a avaliação da capacidade do domínio do conjuntoda disciplina e consta de prova escrita, que compreenderá a matéria integral do programa, dentre outros elementos.

 

Art. 125. A cada verificação do aproveitamento é atribuída uma nota, expressa em grau numérico de 0 (zero) a 10 (dez).

§ 1º Atribui-se nota 0 (zero) ao aluno que deixar de submete-se à verificação prevista, na data fixada, bem como o que nela se utilizar  de meio fraudulento.Direito a 2ª chamada.

§ 2º Ao aluno que deixar de comparecer a uma verificação ou exame final na data fixada, pode ser concedida uma segunda oportunidade, requerida no prazo de até 3(três) dias úteis, se comprovado o motivo justo.

Art. 126. Atendida, em qualquer caso, a frequência mínima de 75%(setenta e cinco por sento) às aulas e demais atividades escolares, é aprovado:

I - independentemente de exame final, o aluno que obtiver nota de aproveitamento não inferior a 7 (sete), corresponde à média aritmética das notas dos exercícios escolares:

II - mediante exame final, o aluno que tenha obtido nota de aproveitamento inferior a 7 (sete), porém não inferior a 5 ( cinco), resultante da média aritmética das notas de aproveitamento, a qual, somada com a nota do exame final, não seja inferior à média 6 (seis).

Parágrafo único. As médias são apuradas em pontos e meios pontos; no cálculo de nota final de cada disciplina, as frações intermediárias serão elevadas para o meio ponto ou ponto imediatamente superior.

Art. 127. O aluno reprovado por não ter alcançado, seja a frequência, sejam as notas mínimas exigidas, repetirá a disciplina, sujeito, na repetência, às mesmas exigências de frequência e de aproveitamento estabelecidas neste Regimento.

Parágrafo único. O aluno promovido em regime de dependência deverá matricular-se, obrigatoriamente, na série seguinte e nas disciplinas de que depende, observando-se na nova série a compatibilidade de horário, e, aplicando-se a todas as disciplinas as mesmas exigências de frequência e de aproveitamento estabelecida nos artigos anteriores.

Art. 128. É promovido à série seguinte o aluno aprovado em todas as disciplinas da série cursada, admitindo-se, ainda, a promoção com dependência em até 2 (duas) disciplinas desta série.