Perfil do Egresso da fatech

Informações do Egresso

O perfil do egresso acadêmico em Bacharel em Teologia pretendido pela instituição é de um profissional voltado a pesquisa e extensão com análise crítica dos fatos sócias relacionados a formação teológica: administração eclesiástica, liderança ministerial, capelania, assessorias e consultorias teológicas. Implantação e coordenação de projetos temáticos além de sólida formação teórica e prática, ética, teórica, metodológica e comprometido com a realidade atual. O curso deve permear a formação holística de um cidadão engajado com as questões centrais da sociedade contemporânea que envolvem a ação teológica educativa ambiental, a ética profissional, a prioridade em defesa e promoção da valorização da vida humana, digna e igualitária. Questões sobre o consumismo a interdisciplinaridade, violência urbana, intolerâncias religiosas, questões de gênero e culturais. Todas as questões centrais de interesse da sociedade deverão permear o perfil do egresso de todos os cursos ofertados por essa IES e não apenas e somente o egresso do curso de Bacharel em Teologia.

O perfil dos egressos dos cursos desta IES deverão ser revestidos de conscientização em relação ao conhecimento dos avanços tecnológicos em capacitação e atualização no manuseio e utilização dos recursos de comunicação e informática em geral para pesquisa e extensão dos conhecimentos científicos e tecnológicos disponíveis por todanetwork a disposição do mundo moderno, além de:

- Elaborar projetos de intervenção que conjuguem observação, pesquisa e prática, visando a promoção do ser humano e a qualidade de vida no mundo habitado;

-  Servir em denominações cristãs no desenvolvimento da vida de espiritualidade, de projetos sociais comunitários e da reflexão ética e vivencial do quotidiano;

-  Conjugar a ação ministerial como exercício da prática pastoral em comunidades eclesiais, ao compromisso com o aperfeiçoamento da sociedade e da qualidade de vida das pessoas.

-  Utilizar, crítica e exegeticamente, o texto bíblico como fonte básica de doutrina e fé, para a pregação, ensino, produção de textos, proclamação evangelizadora, diálogo ecumênico.

-  Colaborar na integração, motivação e animação de diversos carismas (como capacidades pessoais) e ministérios (como formas de atuação) nas comunidades locais, igrejas, grupos, organismos da sociedade civil, com o objetivo da fortalecer as práticas de missão;

-  Estar capacitado a atender famílias, compreendendo a diversidade que a constitui (infância, juventude, maturidade), servindo-as numa perspectiva pastoral, solidária, consoladora; e saber, frente às suas particularidades, discernir quanto à necessidade de encaminhar as pessoas a profissionais especializados, nas situações que demandem esse procedimento.

-  Capacitar-se a ministração de sacramentos, a pregação, a celebração de cultos, e demais atos litúrgicos no contexto da tradição cristã.

-  Adquirir competências para colaborar na criação de comunidades eclesiais onde haja viabilidade para tal, bem como, nas já existentes, ensinar, edificar, equipar, aperfeiçoar, capacitando-as para o cumprimento da missão e o acolhimento de pessoas que, nelas, solicitem o seu ingresso.

- Exercer, de modo participativo, a capelânia, a liderança de grupos/comunidades a partir de princípios do respeito à diferença e da busca de soluções participativas.

- Produzir textos, recursos pedagógicos e litúrgicos tendo em vista a evangelização, ensino, divulgação das propostas fundamentais de vida e missão das igrejas.

- Estimular o desenvolvimento de uma disciplina pessoal de leitura, estudo, reflexão, com atualização de conhecimentos, aprendizado constante, atenção a si próprio e a seus familiares.

-  Dialogar com grupos religiosos de diversas origens, bem como grupos da sociedade civil que militem nas causas da cidadania e da promoção humana.

-  Utilizar, de forma crítica, o instrumental teológico adquirido, aplicando de forma interdisciplinar o uso de dados e conceitos na constituição do saber que fundamenta a práxis.

-  Saber conduzir-se por uma indispensável Ética Profissional e revelar conduta condizente com as funções que estiver a exercer, seja em instituição, na sociedade e nos relacionamentos inter-pessoais.

- Dialogar com grupos religiosos de diversas origens, bem como grupos da sociedade civil nas diferentes discussões de temas éticos da contemporaneidade.

-   Ser um profissional da Teologia capaz de articular o pensamento e a pesquisa teológica permitindo que ela contribua para o desenvolvimento do conhecimento humano e da melhoria das condições gerais de vida.

    Em síntese o acadêmico deverá contemplar uma percepção e proporcionar com que sua personalidade se integre as concepções de um ser humano integral.


 

 

Deixe Seu Comentário